Geral

Sérgio Assis diz que PSB não é de André e lista possíveis candidatos a governador

O vice-presidente regional do PSB, ex-deputado Sérgio Assis, afirmou neste domingo (16) que o partido está aberto a conversar com o PMDB e com o PT e que tem ainda três nomes fortes para disputar o governo do Estado. “O PSB não é do André [Puccinelli, governador], como alguns dizem; ele tem vida própria. Podemos […]

Arquivo Publicado em 16/02/2014, às 14h11

None

O vice-presidente regional do PSB, ex-deputado Sérgio Assis, afirmou neste domingo (16) que o partido está aberto a conversar com o PMDB e com o PT e que tem ainda três nomes fortes para disputar o governo do Estado.

“O PSB não é do André [Puccinelli, governador], como alguns dizem; ele tem vida própria. Podemos conversar com o André ou com o Delcídio. Temos também nomes fortes para disputar o governo”, disse. O PSB pode ter candidato próprio ao governo para dar palanque ao presidenciável Eduardo Campos.

Para Sérgio Assis, o PSB tem três nomes fortes para disputar o governo de Mato Grosso do Sul: o do prefeito Murilo Zauith, Janete Moraes e Tatiana Ujacow.

Murilo é o presidente regional do partido. “Existe a implicação porque Murilo tem que renunciar. Se ele renunciar é candidato natural”, afirmou.

Já Janete Morais é filha do ex-prefeito e pecuarista Antonio Moraes, que morreu no ano passado. Ele tornou-se famoso em Campo Grande pelas doações milionárias a obras beneficentes como a Santa Casa e o Hospital do Câncer.

E a advogada Tatiana Ujacow é presidente da Comissão de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra Mulher da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul). “Ela pode ser candidata a governadora ou a senadora”, declarou Sérgio Assis.

Jornal Midiamax