Geral

Senadores de MS representam 14 vezes menos habitantes que colegas de São Paulo

Cada um dos três senadores de Mato Grosso do Sul representa apenas 873.219 pessoas. Com população pequena, MS tem, assim, parlamentares que representam menos de 14 vezes a mesma quantia representada, por exemplo, por um senador paulista. Isto porque Mato Grosso do Sul tem 2.619.657 habitantes, enquanto São Paulo tem 44.035.304 pessoas. Os dados são […]

Arquivo Publicado em 31/08/2014, às 11h45

None

Cada um dos três senadores de Mato Grosso do Sul representa apenas 873.219 pessoas. Com população pequena, MS tem, assim, parlamentares que representam menos de 14 vezes a mesma quantia representada, por exemplo, por um senador paulista.

Isto porque Mato Grosso do Sul tem 2.619.657 habitantes, enquanto São Paulo tem 44.035.304 pessoas. Os dados são uma estimativa populacional para os municípios brasileiros do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) como referência o dia 1º de julho deste ano.

Por representar a Federação, o número de representantes para cada um dos Estados e o Distrito Federal é o mesmo, ou seja, três parlamentares por unidade federativa, totalizando 81 senadores. Para garantir alternância de poder, dois senadores são eleitos em uma eleição geral e no pleito seguinte é escolhido pelo povo o terceiro. Cada mandato é de oito anos.

Hoje os representantes no Senado de MS são: Delcídio do Amaral (PT), Waldemir Moka (PMDB) e Rubem Figueró (PSDB) – segundo suplente. Neste ano, a cadeira que estará na disputa será de Marisa Serrano (PSDB), ocupada pelo colega tucano. Ela deixou o Senado para virar conselheira do TCE (Tribunal de Contas do Estado).

O Senado Federal é uma das casas do Congresso Nacional, ao lado da Câmara dos Deputados. Foi criado em 1824, com a primeira Constituição do Império.

Jornal Midiamax