Geral

Semed diz que será oferecida assistência psicossocial para a família de menino que sofreu abuso em escola

Semed diz que será

Arquivo Publicado em 10/04/2014, às 20h38

None

Semed diz que será

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande informou nesta quinta-feira (10), por meio de nota, que a Secretaria Municipal de Educação (Semed), fará um levantamento para verificar a necessidade de ampliar o quadro de inspetores, na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, do Bairro Estrela D’alva, onde a Polícia Civil investiga o estupro de um menino de dez anos. Ele teria sido abusado por três adolescentes, de 13, 14 e 15 anos, no banheiro da escola.


Conforme a nota, o levantamento será feito mesmo a escola informando que o quadro está completo. Com relação ao caso do menino de dez anos, a assessoria informou que será oferecido assistência psicossocial para a família. 


Para evitar novos casos, será retomado o projeto ‘Recreio lúdico’ e que será reforçada na formação continuada dos professores, como bullying e violência sexual para que estejam atentos a possíveis casos.


A prefeitura ainda informou que será ministrada uma aula inaugural, pelo juiz Odilon de Oliveira, na abertura das atividades do projeto OAB na Escola.

Jornal Midiamax