Geral

Sem viaduto em rotatória, nova rua ligará Mato Grosso à Rua Antônio Maria Coelho

A Prefeitura de Campo Grande vai retirar as rotatórias da Avenida Mato Grosso com Via Parque e da Avenida Gury Marques com Interlagos. Haverá abertura de ruas, sinalização semafórica, alças de acesso, além de algumas intervenções no entorno, com mudanças no sentido de tráfego e adoção de mão única. O ideal seria a construção de […]

Arquivo Publicado em 11/04/2014, às 19h09

None
1026056879.jpg

A Prefeitura de Campo Grande vai retirar as rotatórias da Avenida Mato Grosso com Via Parque e da Avenida Gury Marques com Interlagos. Haverá abertura de ruas, sinalização semafórica, alças de acesso, além de algumas intervenções no entorno, com mudanças no sentido de tráfego e adoção de mão única.

O ideal seria a construção de viadutos, que já foram inclusive anunciados desde a gestão de Nelsinho Trad (PMDB). Mas, em virtude do alto custo que a obra teria isso não é possível, no momento, segundo a Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha).

O investimento previsto é de R$ 1,5 milhão, incluindo a construção de mais uma alça de acesso ao Parque dos Poderes pela Mato Grosso, abertura e pavimentação de um trecho de aproximadamente 300 metros na Rua Antonio Teodoroviski, além da instalação de quatro semáforos.

As obras no cruzamento da Via Parque com Mato Grosso começam primeiro, em 90 dias. De acordo com a secretaria, o fluxo diário de 20 mil veículos provoca congestionamentos nos horários de pico. Com a construção do hospital da Cassems e a inauguração de um hotel na Mato Grosso, é inevitável o agravamento do problema, porque são dois polos geradores de tráfego. “A rotatória só é solução viária até o limite de 600 veículos/hora de tráfego”, informou. O projeto dessa área tem recursos assegurados pela parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS).

A Rua Antônio Maria Coelho passará a ser mão única, no sentido centro Parque dos Poderes, no trecho a partir da Via Parque. Será aberta a rua Antonio Teodoroviski, que ligará a Antônio Maria Coelho à Mato Grosso. Será uma opção de acesso do centro para quem mora na região do Carandá, pela Rua Vitorio Zeolla.

Essa nova rua facilitará o trânsito dos moradores do Residencial Parque Itacolomi, que ganhará um semáforo, logo em frente. De acordo com o porteiro do prédio, Osvaldo Sérgio Cardoso, muitos acidentes acontecem e já houve morte, recentemente, por conta do fluxo intenso de automóveis, no horário do almoço e das 17 às 18 horas. “Há sete meses morreu um motoqueiro aqui. Os amarelinhos estão aí todo dia, pela manhã, mas à tarde, com a saída do pessoal do Parque dos Poderes, forma fila enorme de carros”.

Jornal Midiamax