Geral

Sem quorum, Câmara de Campo Grande deixa de votar Selo Verde

Com apenas 13 dos 29 vereadores em plenário, a Câmara Municipal não votou o projeto que institui o Selo de Inspeção Municipal para a agricultura familiar, mesmo diante de aproximadamente 40 pequenos produtores. Acompanhavam a sessão também três secretários da administração Bernal: Ritva Cecilia de Queiroz, diretora-presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegad...

Arquivo Publicado em 20/02/2014, às 14h54

None

Com apenas 13 dos 29 vereadores em plenário, a Câmara Municipal não votou o projeto que institui o Selo de Inspeção Municipal para a agricultura familiar, mesmo diante de aproximadamente 40 pequenos produtores.

Acompanhavam a sessão também três secretários da administração Bernal: Ritva Cecilia de Queiroz, diretora-presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados; Dharleng Campos de Oliveira, secretária de Desenvolvimento Econômico, de Ciência e Tecnologia e do Agronegócio; e Jacqueline Hildebrand Romero, secretária de Políticas para as Mulheres.

Para o vereador Edil Albuquerque (PMDB), o prefeito deveria ter se empenhado em aprovar o projeto, que garante ao consumidor a qualidade do produto.

Segundo o produtor Pedro Paulo Martins, coordenador da Feira Orgânica, a falta do selo prejudica a produção e o comércio. “Conseguimos sobreviver com pouca respiração (sic). Com o selo aumenta o consumo e conseguimos incentivo do governo federal. Hoje estamos trabalhando na ilegalidade”, declarou.

Jornal Midiamax