Sem ajuda financeira inicial, candidatos a deputado ‘diminuem’ cabeças de chapa

Candidatos a deputado estadual “diminuem” os cabeças de chapa em adesivos de carro. Quando não tem nenhuma menção aos postulantes da majoritária, a aparição é bem discreta. A justificativa é de que o material foi feito sem ajuda de custo dos postulantes da majoritária. O vereador Paulo Siufi (PMDB) que vai disputar uma cadeira na […]
| 17/08/2014
- 18:21
Sem ajuda financeira inicial, candidatos a deputado ‘diminuem’ cabeças de chapa

Candidatos a deputado estadual “diminuem” os cabeças de chapa em adesivos de carro. Quando não tem nenhuma menção aos postulantes da majoritária, a aparição é bem discreta. A justificativa é de que o material foi feito sem ajuda de custo dos postulantes da majoritária.

O vereador Paulo Siufi (PMDB) que vai disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul disse que o material foi feito da maneira que ele achou melhor porque foi com recurso próprio. “Sempre fiz assim, desde a época que ele disputou a prefeitura. Foi feito com recurso próprio da maneira que achei melhor”, pontuou o peemedebista.

No adesivo, a imagem de Siufi está do lado direito e o nome aparece na parte superior o número também aparece com fonte grande no canto inferior direito ao lado do slogan “MS Eu Sou”. O nome do candidato ao governo do PMDB, ex-prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad, e com a postulante ao Senado, vice-governadora Simone Tebet (PMDB), aparece no conto inferior direito bem discreto.

O deputado estadual Maurício Picarelli (PMDB) que disputa sua sexta reeleição disse que tem material de Nelsinho e Simone. No entanto, em alguns adesivos de carro, mal se vê a sigla do PMDB. “Tem sim (Nelsinho e Simone nos adesivos). Algum tempo atrás não tinha porque foi o primeiro experimento”, afirmou Picarelli.

A imagem do parlamentar está do lado esquerdo e o número do outro lado quase do mesmo tamanho. O símbolo do PMDB está no canto superior esquerdo em menor proporção e não há menção dos candidatos ao governo e ao Senado.

Outro parlamentar que não fez questão de mostrar o candidato a majoritária de sua coligação foi Felipe Orro (PDT). Da Coligação “Mato Grosso Com A Força de Todos”, o pedetista compõe a aliança do senador Delcídio do Amaral, candidato ao governo do PT. Orro deu a mesma justificativa do colega da Assembleia Legislativa.

“Foram os primeiros materiais. Foi uma pequena prova só com meu nome mesmo porque foi com meu recurso”, explicou o deputado. O adesivo de Orro também destaca a imagem do deputado, o número e o nome e o slogan. O nome da coligação e o partido aparecem no rodapé em tamanho bem reduzido.

Outros adesivos de carros sem fazer menção aos candidatos da majoritária também foram flagrados. Dra. Tatiany (PSL) não faz referência ao Delcídio do Amaral. Seu partido integra a Coligação “Mato Grosso do Sul Com A Força de Todos V”.

Últimas notícias