Geral

Seis municípios de fronteira em MS poderão receber incentivos como cidades-gêmeas

O Ministério da Integração Nacional estabeleceu 29 cidades brasileiras como cidades-gêmeas, fato que deve contribuir para a captação de recursos do governo federal. Em Mato Grosso do Sul, as cidades de Corumbá, Ponta Porã, Mundo Novo, Porto Murtinho, Bela Vista e Paranhos estão na lista. O decreto publicado no Diário Oficial da União de ontem […]

Arquivo Publicado em 25/03/2014, às 16h49

None

O Ministério da Integração Nacional estabeleceu 29 cidades brasileiras como cidades-gêmeas, fato que deve contribuir para a captação de recursos do governo federal. Em Mato Grosso do Sul, as cidades de Corumbá, Ponta Porã, Mundo Novo, Porto Murtinho, Bela Vista e Paranhos estão na lista.

O decreto publicado no Diário Oficial da União de ontem (24) estabeleceu este conceito às cidades que fazem fronteiras com cidades de outros países e que apresentam “crescentes demandas por políticas públicas específicas”.

Além disso, são consideradas cidades-gêmeas aquelas cortadas por fronteiras secas ou fluviais e que apresentem grande potencial de integração econômica e cultural. Também compõem a lista cidades dos estados do Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul.

As fronteiras em Mato Grosso do Sul são Corumbá com Puerto Quijarro (Bolívia), Ponta Porã com Pedro Juan Caballero (Paraguay), Porto Murtinho com Capitán Carmelo Peralta (Paraguai), Paranhos com Ypejhú (Paraguai), Bela Vista com Bella Vista Norte (Paraguai) e Mundo Novo com Salto del Guairá (Paraguai).

Jornal Midiamax