Geral

RS: repórter do Terra é ferido durante confronto pela Copa

Manifestantes que protestavam contra a Copa do Mundo em Porto Alegre entraram em confronto com a Polícia Militar no início da tarde desta quarta-feira. O confronto ocorreu durante a realização da partida entre Holanda e Austrália no Estádio Beira Rio, na capital da gaúcha. Durante o enfrentamento, os repórteres Daniel Favero, do Terra, e Cristiano […]

Arquivo Publicado em 18/06/2014, às 15h52

None

Manifestantes que protestavam contra a Copa do Mundo em Porto Alegre entraram em confronto com a Polícia Militar no início da tarde desta quarta-feira. O confronto ocorreu durante a realização da partida entre Holanda e Austrália no Estádio Beira Rio, na capital da gaúcha.


Durante o enfrentamento, os repórteres Daniel Favero, do Terra, e Cristiano Soares, da rádio Guaíba, foram atingidos por estilhaços de bombas de efeito moral arremessada pelos policiais contra os manifestantes. Os estilhaços das bombas atingiram Daniel no braço e na barriga e Cristiano, na mão. Os dois receberam atendimento médico da polícia no local e foram encaminhados ao Hospital de Pronto-Socorro.


Os manifestantes estavam reunidos desde as 11h na Praça Argentina, região central da cidade, para mais um ato contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. Por volta das 13h, horário de início da partida válida pela segunda rodada da fase de grupos na cidade, os manifestantes começaram a marchar contra um cordão de isolamento da polícia.


Quando se encontravam a poucos metros do cordão, os policiais arremessaram bombas de efeito moral para conter o avanço do protesto. Os estillhaços atingiram os repórteres, que se encontravam cobrindo o protesto entre os policiais e os manifestantes.


Este é pelo menos o terceiro protesto realizado em Porto Alegre desde o início da Copa do Mundo. No dia 12, data da abertura da Copa, a jornalista da CNN Barbara Arvanitidis também foi ferida durante a cobertura de um protesto contra o mundial da Fifa.

Jornal Midiamax