Geral

Relíquia com sangue de João Paulo 2º é roubada na Itália

BBC/ID A polícia italiana está à procura de uma relíquia sagrada roubada em uma igreja de Abruzo. O objeto contém o sangue do papa João Paulo 2º. Acredita-se que a relíquia foi levada durante um assalto a uma pequena capela, considerada um local de grande importância para o falecido papa. Leia também: Câmera da Nasa […]

Arquivo Publicado em 27/01/2014, às 18h17

None

BBC/ID

A polícia italiana está à procura de uma relíquia sagrada roubada em uma igreja de Abruzo. O objeto contém o sangue do papa João Paulo 2º.

Acredita-se que a relíquia foi levada durante um assalto a uma pequena capela, considerada um local de grande importância para o falecido papa.

A igreja de San Pietro della Ienca está em um local isolado nas montanhas da região central de Abruzo.

No final de semana, ladrões quebraram algumas barras de ferro de proteção e entraram por uma janela.

Eles deixaram a caixa de doações da Igreja, mas levaram um crucifixo e uma relíquia de valor inestimável para os católicos locais. O objeto guarda um pedaço de gaze que foi molhada com o sangue do falecido papa – uma das três únicas relíquias desse tipo no mundo.

Santuário

Os membros da associação cultural local que dão assistência à capela se dizem estarrecidos.

“Estamos muito descontentes com o roubo. Nós não temos ideia de quem poderia ter feito isso. A polícia está realizando uma busca”, disse à BBC Paola Corrieri, membro da associação.

O vilarejo em Abruzo tinha um significado especial para o papa polonês.
João Paulo 2º costumava escapar das pressões no Vaticano refugiando-se na localidade nas montanhas.

“Esta é uma região que João Paulo 2º visitou muitas vezes, com seu secretário e poucos guarda-costas. Nos sentimos ligados à ele. Após sua morte, seu secretário, o cardeal Stanislaw Dziwisz, veio e nos disse que queria que esta igreja se tornasse um santuário”, disse Corrieri.

Dezenas de policiais estão fazendo uma busca na região com cães farejadores.

Jornal Midiamax