Geral

Relatório da ONU aponta 11 das 30 cidades mais violentas do mundo estão no Brasil

O Brasil possui 11 das 30 cidades mais violentas do mundo. Quem afirma isto é o escritório de Drogas e Crimes das Nações Unidas com base nos assassinatos ocorridos em 2012. Maceió é a quinta cidade com maior número de homícidos por 100 mil habitantes. Fortaleza ocupa a sétima posição e João Pessoa, a nona. […]

Arquivo Publicado em 11/04/2014, às 15h18

None

O Brasil possui 11 das 30 cidades mais violentas do mundo. Quem afirma isto é o escritório de Drogas e Crimes das Nações Unidas com base nos assassinatos ocorridos em 2012. Maceió é a quinta cidade com maior número de homícidos por 100 mil habitantes. Fortaleza ocupa a sétima posição e João Pessoa, a nona. O levantamento também aponta que a América Latina substituiu a África como a região com a maior quantidade de assassinatos do mundo, sobretudo pela violência fora de controle em países como Honduras, que lidera a lista da ONU.


De acordo com a pesquisa da ONU, foram assassinadas 437 mil pessoas em 2012, das quais 36% nas Américas, a maior parte na Central e na Sul. O Brasil está atrás de Honduras e ocupa a segunda posição na lista. Além de Maceió, Fortaleza e João Pessoa, foram listadas pelo levantamento das Nações Unidas: Natal (12ª posição); Salvador (13ª); Vitória (14ª); São Luís (15ª); Belém (23ª); Campina Grande (25ª); Goiânia (28ª); e Cuiabá (29ª).


As taxas de homicídio caíram nos Estados do Rio de Janeiro (29 por cento) e São Paulo (11 por cento), mas cresceram no Norte e Nordeste do país, principalmente na Paraíba, com um aumento de 150 por cento, e na Bahia, com avanço de 75 por cento nos últimos dois anos.


O elevado índice de homícidios na América Latina está ligado ao crime organizado e a à violência política, segundo os pesquisadores da ONU. Honduras é o país mais violento do planeta, com uma taxa de 90,4 homicídios intencionais para cada 100.000 habitantes, disse o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC, na sigla em inglês) com base em dados de 2012. A Venezuela vem a seguir com 53,7 homicídios intencionais. Belize ficou em terceiro com 44,7 assassinatos para cada 100 mil habitantes e El Salvador em quarto, com 41,2.


Na lista de países com as maiores taxas de homicídios intencionais aparece também a Guatemala, com 39,9 por cada 100 mil habitantes, a África do Sul, com 31, a Colômbia, com 30,8, o Gabão, com 28, e o México, com 21,5. O Iraque, que está emergindo de um conflito armado sangrento, tem uma taxa de assassinatos de 8 por cada 100 mil habitantes.


A África foi a segunda região com maior número de homicídios intencionais, com cerca de 31 por cento do total. A Ásia teve aproximados 28 por cento, a Europa, em torno de 5 por cento, e a Oceania, cerca de 0,3 por cento. Os países árabes e asiáticos, incluindo a China, aparecem sem dados no relatório do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime.

Jornal Midiamax