‘Reencarnação’ de Tim Maia faz Especial nesta sexta-feira no Barbaquá Botequim

A semelhança impressiona, tanto fisicamente quanto tecnicamente. A voz, os trejeitos, as falas durante o ensaio: “dá o grave, dá o grave”, “quem não dança segura a criança”. Não é à toa que o paulista Charles Maia, de 58 anos, faz o cover oficial do Tim Maia. Com músicos de Campo Grande, ele se apresenta […]
| 15/08/2014
- 20:45
‘Reencarnação’ de Tim Maia faz Especial nesta sexta-feira no Barbaquá Botequim

A semelhança impressiona, tanto fisicamente quanto tecnicamente. A voz, os trejeitos, as falas durante o ensaio: “dá o grave, dá o grave”, “quem não dança segura a criança”. Não é à toa que o paulista Charles Maia, de 58 anos, faz o cover oficial do Tim Maia. Com músicos de Campo Grande, ele se apresenta na noite desta sexta-feira (15), no Barbaquá Botequim.

Charles conta que quando criança não imaginava nem que ia ser cantor e nem que imitaria uma das maiores vozes da música brasileira. Tudo começou por brincadeira de amigos, que o achavam parecido com o cantor. “Em 1998, um mês após a morte do Tim, eu fui para concurso de sósia no SBT, no programa Tempo de Alegria, do Celso Portioli”, recorda.

Naquela época, a semelhança era apenas física. “Me aconselharam a aprender a cantar e um ano depois voltei e ganhei o concurso”. A partir daí, Charles começou a fazer cover do cantor e em 2003 ganhou concurso no programa do Faustão na Globo, onde também fez o Especial Por Toda Minha Vida. “Virei o cover oficial, tenho até permissão da família”, revela.

Cara de um focinho do outro

Depois de dezesseis anos fazendo Tim Maia, Charles coleciona histórias de pessoas que se assustaram ao vê-lo. Em intervalo de ensaio, maquiado, o paulista foi pegar um refrigerante em uma lanchonete e ouviu do atendente: “Nem bebi ainda e já estou vendo fantasma. Se eu chegar em casa e falar que servi o Tim Maia vão falar que estou louco”.

Em outra ocasião, esperando para ir embora, assistiu duas idosas desistirem de entrar no metrô ao se depararem com ele. “Não sei o que elas pensaram, sei que elas se assustaram, viraram e foram embora”, ri.

Serviço

Com aberturo de Guga Borba cantando Filho dos Livres, o Especial Tim Maia começa às 22h no Barbaquá Botequim, na Rua Rio Grande do Sul, com ingressos a R$ 20 antecipados (vendas na Le Postiche) e R$ 30 na hora. Quem não viu o síndico cantar ao vivo, terá a oportunidade de ver uma cópia mais que fiel.

Veja também

Fenômeno foi constatado na galáxia Grande Nuvem de Magalhães

Últimas notícias