Geral

PV oficializa pré-candidatura de Eduardo Jorge à Presidência

O Partido Verde oficializou neste sábado, na Assembleia Legislativa de São Paulo, a pré-candidatura de Eduardo Jorge à Presidência da República. Jorge, que é médico sanitarista, ex-deputado federal e ex-secretário do Verde e de Saúde da cidade de São Paulo, recebeu o convite em dezembro de 2013. Hoje, ele divulgou um documento com dez diretrizes […]

Arquivo Publicado em 23/03/2014, às 00h20

None

O Partido Verde oficializou neste sábado, na Assembleia Legislativa de São Paulo, a pré-candidatura de Eduardo Jorge à Presidência da República. Jorge, que é médico sanitarista, ex-deputado federal e ex-secretário do Verde e de Saúde da cidade de São Paulo, recebeu o convite em dezembro de 2013.

Hoje, ele divulgou um documento com dez diretrizes para elaboração de um programa do PV para o Brasil. As propostas são construídas a partir de três eixos – superação da miséria; crise climática e aquecimento global; e reforma política.

“Esse é o esqueleto do que vai ser feito, é a iniciativa democrática que vem antes de qualquer campanha. Até porque, antes de termos uma pessoa, um nome, precisamos de uma boa proposta e só receberemos apoio e votos se nossas ideias forem acolhidas pela sociedade”, disse Eduardo Jorge.

Durante sua participação na convenção, o médico discutiu sobre a produção e o uso de energia no Brasil. Para ele, a opção pelo pré-sal é “suicida”, pois “se paga muito por uma alternativa repleta de problemas técnicos, econômicos e ambientais”.

Jorge ressaltou também sua posição a favor da legalização do uso medicinal e recreativo da maconha, bem como a descriminalização do aborto. Ele criticou o programa Mais Médicos do governo federal e a atual administração penitenciária, e reforçou seu compromisso com a abolição do serviço militar obrigatório. “O que o PV quer é a revolução de mudar a forma de viver”, disse.

Jornal Midiamax