Geral

Proposta que cria Quinta Cultural no lugar de Quinta Gospel já tramita na Câmara

A Prefeitura de Campo Grande tem até o próximo dia 18, quinta-feira, para responder recomendação do MPE (Ministério Público Estadual) quanto ao fim da quinta-gospel. Enquanto isso não acontece, já tramita na Câmara Municipal a proposta para uma ‘Quinta Cultural. O problema em torno da Quinta Gospel surgiu depois que alguns artistas, não ligados a movimentos […]

Arquivo Publicado em 11/09/2014, às 15h06

None
1631900504.jpg

A Prefeitura de Campo Grande tem até o próximo dia 18, quinta-feira, para responder recomendação do MPE (Ministério Público Estadual) quanto ao fim da quinta-gospel. Enquanto isso não acontece, já tramita na Câmara Municipal a proposta para uma ‘Quinta Cultural.

O problema em torno da Quinta Gospel surgiu depois que alguns artistas, não ligados a movimentos de igrejas evangélicas, tiveram negado pedido para apresentarem-se na Quinta Gospel. No entendimento do Ministério Público de Mato Grosso do Sul, a lei que criou a Quinta Gospel é inconstitucional.

Quem assina o projeto da Quinta Cultural é Eduardo Romero (PTdoB). “Cada um defende uma linha de diálogo, o mais importante é que veio”, comentou sobre a proposta. 

No começo da semana, o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, informou já ter respondido ao ofício do MPE sobre a Quinta Gospel. No entanto, oficialmente, nenhum encaminhamento nesse sentido foi recebido pela Promotoria.

A proposta de criar a Quinta Cultural seguirá o trâmite rotineiro de votação. “A casa é líder para discutir”, sintetizou Romero.



*texto atualizado às 15h14 para correção de erros ortográficos

Jornal Midiamax