Geral

Prefeitura estima que obra na Mato Grosso com a Via Parque reduzirá congestionamento em 80%

As obras de reordenamento viário na Via Parque com a avenida Mato Grosso devem reduzir em 80% os congestionamentos em horário de pico naquela região. A estimativa é do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, que detalhou o projeto na tarde desta quarta-feira (30). Segundo as informações divulgadas pela prefeitura, o projeto vai custar R$ […]

Arquivo Publicado em 30/04/2014, às 19h40

None
22775769.jpg

As obras de reordenamento viário na Via Parque com a avenida Mato Grosso devem reduzir em 80% os congestionamentos em horário de pico naquela região. A estimativa é do prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, que detalhou o projeto na tarde desta quarta-feira (30).

Segundo as informações divulgadas pela prefeitura, o projeto vai custar R$ 1,6 milhão. A verba virá por meio de convênio entre o município e o Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Na prática, a rotatória do local será removida e será instalada sinalização semafórica em três tempos. A rua Antônio Maria Coelho, paralela à Mato Grosso, deve passar a ser mão única, no sentido centro-bairro.

Ainda conforme a prefeitura, outra mudança será a abertura da continuidade da rua Antonio Teodorowick, na lateral do Hospital Miguel Couto, para ligar a Antônio Maria Coelho à Mato Grosso. A prefeitura sabe que a obra será uma solução parcial ao tráfego naquele ponto, mas, o entendimento é de que ela é necessária até uma intervenção posterior – mais cara e mais demorada.

O presidente do Detran, Carlos Henrique Santos Pereira, que esteve reunido com o prefeito na tarde de hoje para detalhar o projeto, gostou da ideia, segundo informa o site da prefeitura. Ele deve levar a proposta ao governador, André Puccinelli, para autorizar a assinatura do convênio “o mais rápido possível”. Depois disso, a prefeitura estima que a obra fique pronta em 90 dias.

Jornal Midiamax