Geral

Prédio do Fórum de Rio Verde de MT é inaugurado

Nesta quinta-feira (11), o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul inaugurou mais uma obra de reforma e ampliação de fórum. Desta vez, o prédio da comarca de Rio Verde de Mato Grosso foi contemplado com uma reforma geral, que garantiu um espaço moderno e aconchegante para juízes e servidores do Poder Judiciário, além […]

Arquivo Publicado em 11/09/2014, às 23h55

None

Nesta quinta-feira (11), o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul inaugurou mais uma obra de reforma e ampliação de fórum. Desta vez, o prédio da comarca de Rio Verde de Mato Grosso foi contemplado com uma reforma geral, que garantiu um espaço moderno e aconchegante para juízes e servidores do Poder Judiciário, além dos Defensores Públicos e advogados que militam na comarca.

Da cerimônia participaram o presidente do Tribunal de Justiça, Des. Joenildo de Sousa Chaves, juntamente com o juiz auxiliar da presidência, Olivar Augusto Roberti Coneglian, o juiz diretor do foro da comarca, Victor Curado Silva Pereira, o juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, representando a Associação dos Magistrados de MS (AMAMSUL), o presidente da OAB/MS, Júlio Cesar Souza Rodrigues, o prefeito da Rio Verde, Mario Alberto Kruguer, além das autoridades políticas e judiciárias da região.

Em seu discurso, o Des. Joenildo de Sousa Chaves ressaltou o empenho das autoridades locais e da Associação dos Magistrados na busca em dotar com melhores condições o fórum da cidade. “Com esta reforma, o fórum pode promover a justiça com mais eficiência e dar conforto para os que aqui trabalham, além dos advogados e jurisdicionados”.

Joenildo relembrou o início de sua carreira, quando as condições para os magistrados eram deficitárias. “Os fóruns, muitas vezes, não davam condições de trabalho. Hoje, vemos prédios da justiça plenamente equipados para prestar uma justiça eficiente”.

Para o presidente, o judiciário sul-mato-grossense tem que andar junto às demandas das cidades. “Rio Verde de MT, com a duplicação da BR-163, terá a população acrescida e com isto as demandas judiciais também aumentarão”.

O juiz diretor do Foro da comarca, Victor Curado Silva Pereira, agradeceu o empenho do Poder Judiciário em promover a melhoria do espaço do fórum. “O Judiciário sul-mato-grossense desponta no cenário nacional com seus números e isso é reflexo do esforço em capacitar juízes e servidores, além do empenho em reformar e construir as instalações judiciária, o que vai proporcionar uma prestação jurisdicional em tempo razoável e com eficiência”.

O juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, representando a AMAMSUL, disse que a entidade sempre buscou a melhoria dos fóruns para dar melhores condições para os trabalhadores.

“A administração do Des. Joenildo é muito sensível em promover melhorias para que magistrados, servidores, advogados e a população possam ter um espaço agradável para resolver seus conflitos. Rio Verde de MT merece uma obra desta envergadura”, afiançou Luiz Felipe.

O prefeito Mario Alberto Kruguer resumiu em poucas palavras o sentimento da população rio-verdense. “Rio Verde de Mato Grosso lhe será grata, Des. Joenildo, por muito tempo pela marca que o senhor deixou aqui”.

Mais: A obra iniciada em setembro de 2013 teve duração de 10 meses, com um custo de R$ 724.781,51. O prédio principal passou a ter 578,38 m² de área construída.

Na reforma foram trocados os pisos, feita a pintura geral, reformada a área de cobertura e os banheiros, adaptá-los as diretrizes da acessibilidade. A parte elétrica/lógica passou por uma atualização dos sistemas interno e externo de iluminação.

Somando-se a isto foram reformadas as instalações do arquivo (anexo ao prédio), construído o estacionamento coberto para juiz e veículo oficial, garantindo mais segurança, feita a marquise na fachada (com 51,33 m²), medida esta tomada para proteger o hall da insolação excessiva, além da construção do estacionamento para servidores e ao público.

A fachada do fórum foi totalmente revitalizada, de forma a prover o prédio de uma imagem mais contemporânea, alinhada às diretrizes do Poder Judiciário de MS.

Para dar mais conforto aos juízes, servidores e à população foram trocados todos os aparelhos de ar condicionado do prédio para o modelo split – medida que garante mais eficiência energética e economia.

Jornal Midiamax