Geral

PPS encontra Eduardo Campos, mas não descarta apoiar senador do PT em MS

O PPS namora o PSB, do presidenciável Eduardo Campos, mas em Mato Grosso do Sul pode acabar casando com o senador Delcídio do Amaral (PT), candidato a governador. Dirigentes do partido em Mato Grosso do Sul participaram na sexta-feira (14) de um evento em Brasília, que contou com a presença de Campos, mas hoje estão […]

Arquivo Publicado em 16/02/2014, às 12h46

None

O PPS namora o PSB, do presidenciável Eduardo Campos, mas em Mato Grosso do Sul pode acabar casando com o senador Delcídio do Amaral (PT), candidato a governador. Dirigentes do partido em Mato Grosso do Sul participaram na sexta-feira (14) de um evento em Brasília, que contou com a presença de Campos, mas hoje estão mais próximos de uma aliança eleitoral com o senador corumbaense. O PSB não lançou (ainda) um candidato à sucessão do governador André Puccinelli (PMDB).

De acordo com a vereadora Luiza Ribeiro, que é membro da Executiva Nacional do PPS, o partido vai apoiar uma eventual candidatura do PSB ao governo de Mato Grosso do Sul, mas se a sigla de Eduardo Campos não tiver candidato deverá optar pelo senador Delcídio do Amaral. A intenção do PPS é de eleger deputados estaduais.

“Aqui, a candidatura que se coloca é a do PT, com o Delcídio. Temos discutido com o Delcídio. Agora, se o André for senador na chapa do Delcídio, se PT e PMDB estiverem juntos, nesse sentido já não é uma alternativa de mudança e aí estamos fora”, explicou. “E se o PSB tiver candidato, aí vamos estar com eles”, acrescentou.

O principal nome do PSB hoje é o do prefeito de Dourados, Murilo Zauith, que já teve um encontro com Eduardo Campos, mas não chegou a dizer se será candidato.

Jornal Midiamax