Geral

Postos de identificação ganham mais funcionários e ampliam horário de atendimento

Os Postos de Identificação de Campo Grande ganharam reforço de 22 digitadores no quadro de funcionários e ampliaram o horário de funcionamento para agilizar o atendimento ao público. Com as melhorias, novos agendamentos foram abertos para o mês de março. Nos locais, são feitos procedimentos para a emissão de carteiras de identidade. O atendimento com […]

Arquivo Publicado em 07/03/2014, às 18h20

None
2092329655.jpg

Os Postos de Identificação de Campo Grande ganharam reforço de 22 digitadores no quadro de funcionários e ampliaram o horário de funcionamento para agilizar o atendimento ao público. Com as melhorias, novos agendamentos foram abertos para o mês de março. Nos locais, são feitos procedimentos para a emissão de carteiras de identidade.


O atendimento com o número ampliado de funcionários ocorrerá a partir do dia 10 de março. De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, no posto do shopping Pátio Central foram abertas, além das 160 já existentes, mais 130 vagas. Nos postos dos práticos, localizados em bairros da Capital, haverá 19 atendimento a mais devido à ampliação de horários.


Anteriormente, os práticos funcionavam das 8h as 12h30, mas a partir do dia 10, o horário será prolongado em três horas e meia, funcionando sem interrupção até as 16h.


Conforme Jacini, os digitadores contratados irão trabalhar por um período máximo de seis meses, até que sejam nomeados os novos peritos papiloscopistas, que estão sendo contratados através da realização do concurso público de provas e títulos da Polícia Civil, que já está em andamento. A previsão é de que seja finalizado até o meio do ano.


Reclamações


Os Postos de Identificação recebiam uma série de reclamações da população, desde a estrutura à demora até o atendimento presencial. No dia 10 de fevereiro, o PI que funcionava no Shopping 26 de Agosto, no centro de Campo Grande, mudou para o 1º piso do Pátio Central Shopping. Até a mudança, a população teve que enfrentar falta de cadeiras para esperar o atendimento. A reclamação da população também estava no prazo entre fazer o agendamento pela Internet e a data marcada para o atendimento no posto.

Jornal Midiamax