Geral

Por se negar a fornecer atestado, médico é agredido em posto de saúde na Capital

O médico Oscar Ernesto Gallegos Vera,de 60 anos de idade, foi agredido por um paciente,na madrugada desta sábado (15) durante plantão na Unidade de Pronto Atendimento da Vila Almeida. De acordo com relato do médico, ele atendeu o paciente Damião Cláudio dos Santos, de 38 anos, que apresentava corte de cerca de dois centímetros no […]

Arquivo Publicado em 15/02/2014, às 15h08

None
525156237.jpg

O médico Oscar Ernesto Gallegos Vera,de 60 anos de idade, foi agredido por um paciente,na madrugada desta sábado (15) durante plantão na Unidade de Pronto Atendimento da Vila Almeida.

De acordo com relato do médico, ele atendeu o paciente Damião Cláudio dos Santos, de 38 anos, que apresentava corte de cerca de dois centímetros no supercílio direito.

Depois de suturar o ferimento, o médico receitou antibióticos e recomendou que Damião tomasse vacina contra tétano em um posto próximo à sua casa.

Ao final do atendimento, o paciente pediu um atestado médico, mas o profissional afirmou que, além do ferimento não provocar afastamento do trabalho, no posto não é fornecido o atestado.

Com isto, Damião teria se revoltado e saiu xingando e amassando a receita proferindo ameaças contra o Dr. Ernesto.

Ignorando as ameaças o médico se dirigiu ao consultório do posto mas no meio do caminho,em um corredor interno foi abordado por Damião que desferiu socos no seu rosto, atingindo o nariz e olhos,provocando sangramento.

Damião chegou a ser perseguido por um policial que se encontrava no posto mas conseguiu fugir.Segundo a polícia ele será intimado a prestar esclarecimentos.

Jornal Midiamax