Geral

Político indiano agarrado por ‘tocha humana’ morre por queimaduras

Um político indiano agarrado durante a gravação de um debate eleitoral na TV por uma “tocha humana” morreu devido às queimaduras, anunciou sua família à AFP neste sábado. O político morreu na noite de ontem, no hospital, após ficar com 75% do corpo queimados quando um membro da plateia ateou fogo ao próprio corpo e […]

Arquivo Publicado em 03/05/2014, às 16h06

None

Um político indiano agarrado durante a gravação de um debate eleitoral na TV por uma “tocha humana” morreu devido às queimaduras, anunciou sua família à AFP neste sábado.


O político morreu na noite de ontem, no hospital, após ficar com 75% do corpo queimados quando um membro da plateia ateou fogo ao próprio corpo e agarrou o convidado.


O líder local do Partido Bahujan Samaj, Kamruzzama Fauji, e o agressor foram consumidos pelas chamas em frente a uma plateia horrorizada, durante a gravação do debate. A imprensa indiana descreveu o agressor como uma “tocha humana”.


O programa da TV estatal Doordarshan estava sendo gravado em um parque, na cidade de Sultanpur. O agressor, que teve 95% do corpo queimados, morreu logo após o ataque, segundo a polícia, que não soube informar o motivo da violência.


A vítima tinha nove filhos. Segundo seu irmão mais velho, o ataque teve motivação política.


As TVs indianas vêm exibindo todas as noites programas de debates, durante as eleições palamentares no país. Eles acontecem em vilarejos e cidades, e os políticos respondem a perguntas de eleitores locais.


Estas eleições são as maiores do mundo, e serão encerradas em 16 de maio, com resultados que deverão levar o partido de oposição nacionalista Bharatiya Janata (BJP) ao poder, após 10 anos de comando do Partido do Congresso, esquerdista.


O programa de TV reunia cinco políticos locais, e estava prestes a ser encerrado quando o ataque aconteceu.


Dois políticos locais tiveram queimaduras leves enquanto tentavam apagar as chamas que engoliam os dois homens.


“Um homem subiu de repente no palco, derramou gasolina no próprio corpo e o incendiou, antes de agarrar com força um dos convidados”, contou o fotógrafo Pankaj Kumar Gupta à AFP após o incidente.

Jornal Midiamax