Geral

PMA autua dono de lote por degradar margem do rio Verde

A Polícia Militar Ambiental (PMA) autuou nesta quinta-feira (6) o dono de um lote no município de Água Clara por degradar margem do rio Verde. O proprietário do lote havia derrubado vegetação de mata ciliar, e também construído em uma área de vereda, ambas, Áreas de Preservação Permanente (APP). A PMA já esteve no mesmo […]

Arquivo Publicado em 07/02/2014, às 23h28

None

A Polícia Militar Ambiental (PMA) autuou nesta quinta-feira (6) o dono de um lote no município de Água Clara por degradar margem do rio Verde. O proprietário do lote havia derrubado vegetação de mata ciliar, e também construído em uma área de vereda, ambas, Áreas de Preservação Permanente (APP).

A PMA já esteve no mesmo local no mês de dezembro e como o proprietário não se encontrava, os policiais o notificaram para que apresentasse a autorização para a intervenção ambiental realizada. Como não apresentou a documentação, os policiais voltaram ontem à tarde ao loteamento e verificaram que o proprietário ainda não possuía licença ambiental.

O homem terá que apresentar junto ao órgão ambiental estadual um Plano de Recuperação da Área Degradada (PRAD). As atividades foram interditadas e o proprietário recebeu multa de R$ 6.500,00. Ele ainda responderá por crime ambiental.

Jornal Midiamax