Geral

PMA autua caminhoneiro por maus tratos e criação ilegal de pássaros

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) realizavam fiscalização no município de Rio Brilhante (MS) e autuaram ontem à tarde um caminhoneiro que mantinha três aves silvestres em cativeiro ilegalmente. O infrator, residente no Distrito de Prudêncio Tomás, tinha em sua residência dois pássaros-pretos e um curió. A gaiola do curió estava extremamente suja, com […]

Arquivo Publicado em 27/03/2014, às 17h37

None

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande (MS) realizavam fiscalização no município de Rio Brilhante (MS) e autuaram ontem à tarde um caminhoneiro que mantinha três aves silvestres em cativeiro ilegalmente.

O infrator, residente no Distrito de Prudêncio Tomás, tinha em sua residência dois pássaros-pretos e um curió. A gaiola do curió estava extremamente suja, com fezes e alimentação podre, o que levou os policais a autuarem também o infrator por maus-tratos a animais. Foram apreendidas três gaiolas e um alçapão, além das aves.

O infrator responderá por dois crimes ambientais cometidos. A pena para o crime de criar animais silvestres ilegalmente é de seis meses a um ano de detenção e a pena para maus-tratos é de três meses a um ano de detenção. Ele também foi multado administrativamente em R$ 2.000,00.

Os pássaros foram encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital.

Jornal Midiamax