Geral

PM vai colocar 90% do efetivo nas ruas de MS para coibir e prevenir crimes no carnaval

A Polícia Militar vai colocar 90% do efetivo nas ruas do Estado para coibir e prevenir crimes durante o período de carnaval. De acordo com o comandante-geral da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, nenhum militar terá férias neste período e só ficarão de fora, os que fazem escolta de presos e mantêm a […]

Arquivo Publicado em 25/02/2014, às 19h11

None
1120844789.jpg

A Polícia Militar vai colocar 90% do efetivo nas ruas do Estado para coibir e prevenir crimes durante o período de carnaval. De acordo com o comandante-geral da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, nenhum militar terá férias neste período e só ficarão de fora, os que fazem escolta de presos e mantêm a segurança dos presídios.

“A Polícia Militar já disponibilizou 90% do efetivo para proteção dos foliões e de todos os cidadãos do Estado. O policiamento no interior foi reforçado com o envio de policiais às cidades que solicitaram para reforçar as ações que serão desenvolvidas”, disse.  Neste ano, a PM espera repetir o bom resultado de 2013, em que os números de crimes foram menores do que no mesmo período de 2012.

Conforme o comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Evaldo Iahn Mazuy durante os dias de festa, haverá 120 militares do serviço de inteligência da PM nas ruas para observar a movimentação dos foliões principalmente nos pontos de aglomeração de pessoas como o carnaval popular da avenida Fernando Correa da Costa, desfile na Praça do Papa, bailes em clubes e também nas lojas de convivência onde é costume a concentração de pessoas e bebidas alcoólicas.

“Os militares irão trabalhar para retirar os desordeiros, pessoas que possam estar com armas de fogo, facas”, diz. Será feito policiamento com a utilização de viaturas de quatro e duas rodas, furgões e módulos para atendimento de acidentes de trânsito. “Serão feitas rondas e policiamento principalmente no trânsito, para desestimular a aglomeração que leva ao consumo de bebidas alcoólicas e à desordem”, acrescenta Mazuy.

Segundo o comandante de Policiamento do Interior, coronel Holivaldo de Jesus Muniz o policiamento nas cidades do interior do Estado foi reforçado com o envio de militares da Capital. O objetivo da PM é além de garantir a segurança dos foliões, prevenir crimes como furtos de casas das pessoas que viajam e deixam as casas vazias durante o período de festa.

Outra preocupação da PM é com o trânsito nas rodovias estaduais e com crimes como o tráfico de drogas. “Todo esse grupo, [polícia militar Ambiental e Rodoviária] estará empenhado nos crimes de trânsito, tráfico de entorpecentes, transporte de bebidas”, diz Muniz.

Festa no interior – Os principais focos de atenção no interior do Estado são com as cidades que já têm carnaval tradicional, como Corumbá, Ponta Porã, Rio Verde de Mato Grosso e Naviraí. Os reforços no policiamento serão enviados para Corumbá, Ponta Porã, Naviraí, Bonito, Fátima do Sul, Paranaíba, Bataguassu, Ivinhema e Rio Brilhante.

Trânsito – Serão realizadas blitze secas desde o começo do carnaval para desestimular as pessoas a consumirem bebidas alcoólicas e assumir a direção do carro.

Jornal Midiamax