Geral

PM aposentado e três filhos são detidos após assalto a comércio em Campo Grande

Um idoso de 72 anos e os três filhos foram detidos na noite do sábado (9), por suspeita de porte ilegal de arma de fogo, em Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, o idoso se identificou como sendo policial militar reformado. A detenção ocorreu após o roubo de um pet shop, onde […]

Arquivo Publicado em 10/08/2014, às 17h15

None

Um idoso de 72 anos e os três filhos foram detidos na noite do sábado (9), por suspeita de porte ilegal de arma de fogo, em Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, o idoso se identificou como sendo policial militar reformado. A detenção ocorreu após o roubo de um pet shop, onde a vítima reconheceu um dos filhos do militar como sendo o assaltante. 


Um policial militar à paisana estava passando pelo local quando viu um homem sair correndo de um comércio. Ele disse que um ladrão teria roubado R$ 400 e fugido em uma motocicleta Honda vermelha.


O militar tentou perseguir o suspeito, mas acabou o perdendo de vista. O PM solicitou reforço e viaturas passaram a fazer rondas pela região. Em um dos cruzamentos, os policiais viram um homem com as características informadas pela vítima do assalto e com uma motocicleta semelhante à que teria sido utilizada no assalto.


O jovem foi abordado e foi feita uma fotografia para que as vítimas pudessem reconhecer o suspeito. Além disso, ele foi levado até o local onde estavam as vítimas do roubo. Elas disseram que ele era parecido com o homem que roubou o comércio, porém, não poderiam afirmar com certeza a autoria do roubo.


Os militares verificaram o celular do rapaz e encontraram mensagens de uma negociação da venda de duas armas de fogo.  Questionado, ele contou aos policiais que as armas seriam do pai dele, e que ele e o irmão estavam negociando as armas.


A Polícia Militar descobriu o endereço do rapaz e foi até o local. A irmã dele, ao ver os policiais, correu para os fundos da residência e jogou uma sacola para a casa do vizinho. Os PMs encontraram no terreno do vizinho dois revolveres calibre 38 e munições.


O dono da residência Albercio Camargo de Pinho informou que era PM aposentado e confirmou ser o dono das armas. Ele e a filha, Jaqueline da Rosa Camargo, de 24 anos, foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil onde foram autuados por porte ilegal de arma de fogo.


Já o outro filho Tiago da Rosa Camargo, de 25 anos, foi preso por roubo, pois foi reconhecido pelo comerciante. Por fim, o outro irmão, o primeiro a ser abordado pela PM não teve a participação no roubo confirmada e foi relacionado na ocorrência apenas como testemunha.


Ele causou tumulto ao ver a família sendo detida e acabou algemado e encaminhado para delegacia. 

Jornal Midiamax