Geral

Pistorius pede desculpa por morte de namorada

Na retomada do julgamento do atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius nesta segunda-feira (7) em Pretória, ele pediu desculpas à família da namorada da qual é acusado de assassinato. “Peço desculpas para a família de Reeva [Steenkamp], só queria protegê-la”, afirmou Pistorius. Chorando e com a voz embargada pela emoção o atleta começou o seu testemunho, […]

Arquivo Publicado em 07/04/2014, às 13h23

None

Na retomada do julgamento do atleta paralímpico sul-africano Oscar Pistorius nesta segunda-feira (7) em Pretória, ele pediu desculpas à família da namorada da qual é acusado de assassinato.

“Peço desculpas para a família de Reeva [Steenkamp], só queria protegê-la”, afirmou Pistorius.

Chorando e com a voz embargada pela emoção o atleta começou o seu testemunho, transmitido ao vivo pela televisão local, e é o primeiro diante do público desde o homicídio da sua namorada em 14 de fevereiro de 2013.

“Não consigo imaginar a dor que causei”, disse ele à família da modelo.

“Acordo durante a noite com cheiro do sangue, estou aterrorizado”, disse ele. “Tenho medo de dormir e tenho um segurança que fica do lado de fora do meu quarto”, disse o atleta respondendo as perguntas da defesa.

Pistorius, de 27 anos, sempre se defendeu da acusação de ter atirado contra a namorada, que estava no banheiro, afirmando que a confundiu com um ladrão. Não existem testemunhas do fato.

No processo de hoje devem testemunhar também especialistas que devem estabelecer se a modelo morreu quando foi atingida pelo primeiro tiro ou se apenas quando foi atingida pelo quarto tiro na cabeça.

No primeiro caso não teria dado tempo de gritar permitindo a Pistorius perceber que não se tratava de um intruso no seu banheiro mas de sua namorada.

O atleta é acusado de matar Steenkamp a tiros através da porta do banheiro onde a modelo supostamente tinha se trancado após uma briga com o namorado.

Jornal Midiamax