Geral

Petista cobra do MPE informações sobre desdobramento da CPI da Saúde

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) apresentou na sessão desta terça-feira (10) um requerimento solicitando informações sobre o processo de investigação do Ministério Público do Estado (MPE) sobre os fatos apurados pela CPI da Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Segundo o petista, o relatório final da comissão e o voto separado […]

Arquivo Publicado em 10/06/2014, às 15h00

None

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) apresentou na sessão desta terça-feira (10) um requerimento solicitando informações sobre o processo de investigação do Ministério Público do Estado (MPE) sobre os fatos apurados pela CPI da Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.


Segundo o petista, o relatório final da comissão e o voto separado dele foram entregues ao procurador-geral do MPE, Humberto de Matos Brites, no término dos trabalhos na Casa de Leis. Ao questionar o andamento dos trabalhos, Amarildo foi informado que o processo havia sido desmembrado entre as promotorias nos municípios onde a CPI atuou.


Agora, o petista volta a questionar MPE sobre o andamento do processo nas promotorias. A CPI investigou o repasse de recurso do SUS (Sistema Único de Saúde) no municípios: Campo Grande, Corumbá, Paranaíba, Dourados, Três Lagoas, Jardim, Coxim, Aquidauana, Nova Andradina, Ponta Porã e Naviraí


O relatório foi entregue no dia 5 de dezembro pelo relator da CPI, Junior Mochi (PMDB), o presidente da comissão, Amarildo Cruz (PT), e o sub-relator, Eduardo Rocha (PMDB).
Amarildo fez seu voto separado porque no seu entendimento, dez pessoas deveriam ser indiciadas.

Jornal Midiamax