Geral

Pedro Pedrossian Neto é nomeado com terceiro maior salário do Estado na Seprotur

Pedro Pedrossian Neto foi nomeado pelo governador André Puccinelli na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo de Mato Grosso do Sul, conforme publicação do Diário Oficial desta quinta-feira (6). Pedrossian Neto tem 32 anos, é economista formado na PUC/SP e recentemente se filiou ao PSDB. Atuou […]

Arquivo Publicado em 06/03/2014, às 12h25

None
695926938.jpg

Pedro Pedrossian Neto foi nomeado pelo governador André Puccinelli na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo de Mato Grosso do Sul, conforme publicação do Diário Oficial desta quinta-feira (6).


Pedrossian Neto tem 32 anos, é economista formado na PUC/SP e recentemente se filiou ao PSDB. Atuou na área da coordenação da área de negociações internacionais na FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), quando fez parte da equipe que foi a Doha em evento da OMC (Organização Mundial do Comércio).


Esteve ainda em Genebra como membro da FIESP e criou uma área de estudos econômicos internacionais dentro da instituição.


Com a nomeação, receberá o terceiro maior salário do executivo estadual, atrás apenas do próprio governador e da vice-governadora, Simone Tebet, recebendo pelo DGA-Esp. Pelo símbolo do vencimento, receberá R$ 7.124,34, com direito a acréscimo de até 100% sobre o valor, podendo chegar a até R$ 14.248,68.


Esse é o mesmo salário de mais apenas três servidores no Estado: Alfredo Luiz Martins, Paulo Sérgio Nahas e Sérgio Seiko Yonamine, com cargos de Assessoramento Superior.


O novo servidor da administração pública é neto de Pedrossian, que foi governador de Mato Grosso no período de 1966 a 1971, antes que o estado fosse dividido. Em 1991 assumiu novamente o cargo de governador sul-mato-grossense, sendo eleito em pleito direto ocorrido em 1990 e permanecendo no posto até 1º de janeiro de 1995.

Jornal Midiamax