Geral

Pedido de vista adia julgamento e possível cassação de prefeito e vice de Bonito

Foi adiado o julgamento do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito, conhecido como Leleco, do PTdoB, e seu vice, Josmail Rodrigues, que hoje administram por meio de liminar. O juiz Heraldo Garcia Vitta pediu vistas ao processo e com isso adiou a decisão que pode cassar os réus para amanhã, às 17h. Eles […]

Arquivo Publicado em 10/03/2014, às 21h53

None
2112381436.jpg

Foi adiado o julgamento do prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito, conhecido como Leleco, do PTdoB, e seu vice, Josmail Rodrigues, que hoje administram por meio de liminar. O juiz Heraldo Garcia Vitta pediu vistas ao processo e com isso adiou a decisão que pode cassar os réus para amanhã, às 17h.

Eles são acusados por compra de votos na última eleição suplementar em março do ano passado. Nesta segunda-feira, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) julgaria o recurso proposto por Leleco e o vice, que se cassados Bonito será obrigada a fazer novas eleições.

Uma das provas de acusação de Leleco sumiu. Um caderno com nomes e valores, de supostas compras de votos, apreendidos pela polícia durante as eleições acabou sumindo do cartório e uma sindicância apura os fatos. O material seria supostamente de Neia Prado, esposa de Leleco.

Jornal Midiamax