Geral

Pastor revolta moradores do Harlem com placa homofóbica e anti-Obama em Nova York

Uma placa homofóbica e antigoverno instalada por um pastor sobre uma igreja no bairro do Harlem, em Nova York, chocou e revoltou moradores da região. “Obama soltou os demônios homossexuais no homem negro. Cuidado, mulher negra. Um homossexual branco pode roubar seu homem”, diz o luminoso colocado no último domingo (23) na igreja Atlah World […]

Arquivo Publicado em 27/02/2014, às 15h52

None

Uma placa homofóbica e antigoverno instalada por um pastor sobre uma igreja no bairro do Harlem, em Nova York, chocou e revoltou moradores da região.


“Obama soltou os demônios homossexuais no homem negro. Cuidado, mulher negra. Um homossexual branco pode roubar seu homem”, diz o luminoso colocado no último domingo (23) na igreja Atlah World Missionary Church pelo pastor James David Manning.


O religioso, que faz campanha contra o governo Obama há três anos, afirmou ao jornal “New York Daily News” que a homossexualidade mudou os valores do Harlem e, por isso, decidiu instalar a placa.


“É uma tentativa de salvar a família negra. Existe um grande problema nas famílias negras que é a ausência de um pai negro ou de um marido negro”, declarou.


A placa revoltou vários moradores da região. Rochelle Hill, que vive a um quarteirão da igreja, afirmou que vai fazer um protesto para forçar a retirada da placa.


“É uma péssima representação da comunidade. É puro ódio”, disse.


Outro morador, Ronald Flagg, afirmou ao “New York Daily News” não entender como uma igreja, “local suposto a ser de inclusão”, é capaz de fazer uma demonstração tão absurda de preconceito.


“E, também não entendo o que o Obama tem a ver com o fato de algumas pessoas serem homossexuais”, disse.

Jornal Midiamax