Geral

Para usar drogas, moradores de rua se esfaqueiam em Campo Grande

Dois moradores de rua se esfaquearam nas proximidades do Terminal Morenão, na Avenida Costa e Silva. Eles tiveram ferimentos na cabeça, nas costas e nos braços, e se feriram com uma faca e um facão. O motivo da briga foi o consumo de drogas. O caso aconteceu na madrugada dessa terça-feira (25) em Campo Grande. […]

Arquivo Publicado em 25/02/2014, às 10h12

None

Dois moradores de rua se esfaquearam nas proximidades do Terminal Morenão, na Avenida Costa e Silva. Eles tiveram ferimentos na cabeça, nas costas e nos braços, e se feriram com uma faca e um facão. O motivo da briga foi o consumo de drogas. O caso aconteceu na madrugada dessa terça-feira (25) em Campo Grande.

Adolfo Mourafé, conhecido como Corumbá, que estava sem documentos mais aparenta ter 21 anos, e Reginaldo Gomes da Silva Neto, 25 anos, discutiram para consumir drogas e se esfaquearam mutuamente.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta da 1h30 para socorrer Reginaldo, que entrou ferido no Terminal Morenão pedindo ajuda. Ele estava com perfurações nos braços e nas costas, e foi levado a Santa Casa e não corre risco de morte.

Adolfo foi encontrado pouco tempo depois na Rua Oclecio Barboza, com um corte na cabeça. Ele foi levado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Universitário. Lá, os médicos fizeram um curativo e deixaram o homem sozinho para se recuperar, no entanto Adolfo fugiu.

A polícia fez buscas nas proximidades e encontrou o morador de rua. A polícia Adolfo admitiu a briga com Reginaldo e afirmou que durante a briga o homem acertou-o com uma faca na cabeça, e ele pegou o facão e desferiu vários golpes em Reginaldo.

Adolfo foi recolhido a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do bairro Piratininga, onde está detido.

Jornal Midiamax