Geral

Para queimar calorias e perder peso, procura de mulheres pelo boxe aumenta em Campo Grande

Com o objetivo de queimar calorias e perder peso, o número de mulheres que praticam boxe tem crescido nas academias de Campo Grande. De acordo com o treinador e dono de academia, Sebastião Aparecido Ribeiro, mais conhecido com Tião do Boxe, em sua academia o número de mulheres já ultrapassou ao de homens. “Dou aula […]

Arquivo Publicado em 19/09/2014, às 15h44

None
1247994285.jpg

Com o objetivo de queimar calorias e perder peso, o número de mulheres que praticam boxe tem crescido nas academias de Campo Grande. De acordo com o treinador e dono de academia, Sebastião Aparecido Ribeiro, mais conhecido com Tião do Boxe, em sua academia o número de mulheres já ultrapassou ao de homens.

“Dou aula de boxe há 30 anos. Atualmente, o número de mulheres na minha academia está em 60% em relação ao de homens”, destaca.

Segundo Tião, esse interesse do público feminino começou em 1995. “No primeiro mês, o aluno, conforme seu organismo, perde entre 600 e 800 calorias por aula. A partir do segundo mês, a queima é de, mais ou menos, 1.000 calorias. Já tive uma aluna que perdeu até 68 quilos”, relata.

Para a secretária Sara de Campos, de 45 anos, o prazer pelo boxe começou em virtude da obesidade. “Em apenas um mês eu perdi 6 quilos. Pretendo continuar, pois estou motivada para perder mais 22”, explica.

Com o mesmo objetivo, a professora Elen do Nascimento, de 34 anos, diz que pratica o esporte há um ano e já perdeu 5 quilos. “Meu corpo mudou, minhas pernas e braços ficaram mais torneados. Sem falar que agora durmo muito melhor”, acentua.

A treinadora e professora de boxe, Marileide Coelho, de 47 anos, afirma que, desde que começou a prática do esporte, sua vida mudou. “Hoje sou outra pessoa. Recomendo o boxe para todas as mulheres ”, ressalta.



Jornal Midiamax