Geral

Papa pede fim da violência na Venezuela

O papa Francisco disse nesta quarta-feira (26), durante a audiência-geral no Vaticano, que acompanha os acontecimentos na Venezuela e deseja que a violência acabe o quanto antes. Francisco afirmou que acompanha com “particular apreensão o que está acontecendo nestes dias na Venezuela. Desejo vivamente que cessem o quanto antes as violências e hostilidades”. “Desejo que […]

Arquivo Publicado em 26/02/2014, às 09h54

None

O papa Francisco disse nesta quarta-feira (26), durante a audiência-geral no Vaticano, que acompanha os acontecimentos na Venezuela e deseja que a violência acabe o quanto antes.

Francisco afirmou que acompanha com “particular apreensão o que está acontecendo nestes dias na Venezuela. Desejo vivamente que cessem o quanto antes as violências e hostilidades”.

“Desejo que todo povo venezuelano, a partir dos responsáveis políticos e institucionais, trabalhem para a reconciliação através do perdão recíproco e um diálogo sincero respeitoso na verdade e na justiça, capaz de enfrentar temas concretos para o bem”, disse o papa.

“Enquanto asseguro a minha constante oração em particular para os que perderam a vida nos conflitos e pelas suas famílias, convido todos os crentes a levar pedidos a Deus com a materna intercessão de Nossa Senhora de Coromoto, para que o país reencontre logo paz e concórdia”, afirmou ele.

A presidente, Dilma Rousseff, também defendeu o diálogo como solução para o conflito deflagrado recentemente na Venezuela entre chavistas e oposição, que já deixaram 13 mortos até o momento, segundo números oficiais.

Jornal Midiamax