Geral

Papa é popular nos EUA, mas não causa “efeito Francisco”, diz pesquisa

Um ano após ser eleito, o papa Francisco é “imensamente popular entre os católicos norte-americanos”, mas não há sinais de que ele esteja inspirando os fiéis a frequentarem mais missas ou fazerem mais trabalhos voluntários, segundo uma pesquisa divulgada na quinta-feira. O Centro de Pesquisas Pew, com sede em Washington, disse que 85 por cento […]

Arquivo Publicado em 06/03/2014, às 15h09

None

Um ano após ser eleito, o papa Francisco é “imensamente popular entre os católicos norte-americanos”, mas não há sinais de que ele esteja inspirando os fiéis a frequentarem mais missas ou fazerem mais trabalhos voluntários, segundo uma pesquisa divulgada na quinta-feira.


O Centro de Pesquisas Pew, com sede em Washington, disse que 85 por cento dos católicos nos EUA veem o pontífice argentino de forma favorável, sendo que 51 por cento têm opinião “muito favorável” a seu respeito, e apenas 4 por cento têm uma opinião negativa.


Para 68 por cento dos católicos entrevistados, o papa representa “uma mudança para melhor”, mesma opinião de 51 por cento dos não católicos.


No entanto, segundo o Pew, o papa -conhecido por seu estilo de vida simples- não provocou “um aumento mensurável no percentual de norte-americanos que se identificam como católicos”.


Quarenta por cento dos fiéis declararam estar rezando com mais frequência, e 26 por cento se disseram “mais animados” com sua fé, mas a frequência da confissão e das atividades voluntárias na igreja não se alterou.


Ao todo, a pesquisa ouviu por telefone 1.340 norte-americanos entre 14 e 23 de fevereiro.

Jornal Midiamax