Geral

Papa deseja que Jogos de Sochi sejam ‘uma festa do esporte e da amizade’

O papa Francisco saudou neste domingo durante o ngelus os organizadores e atletas que participam dos Jogos Olímpicos de Sochi (Rússia) e desejou que eles sejam “uma verdadeira festa do esporte e da amizade”. O pontífice também lembrou de “todos os que sofrem os danos e problemas causados por catástrofes naturais em diferentes países do […]

Arquivo Publicado em 09/02/2014, às 13h51

None

O papa Francisco saudou neste domingo durante o ngelus os organizadores e atletas que participam dos Jogos Olímpicos de Sochi (Rússia) e desejou que eles sejam “uma verdadeira festa do esporte e da amizade”.
O pontífice também lembrou de “todos os que sofrem os danos e problemas causados por catástrofes naturais em diferentes países do mundo”.


“A natureza nos desafia a ser solidários e atentos à proteção do que foi criado”, disse aos muitos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, no Vaticano.


O Papa argentino convocou os fiéis a “prevenir quando é possível as consequências mais graves” destas calamidades.


Em relação ao Dia Mundial do Doente, que será celebrado na terça-feira, o Papa agradeceu aos funcionários da área de saúde. “Que trabalho tão valioso o de vocês!”, disse, convocando as famílias a “não ter medo da fragilidade” de seus entes queridos atingidos pela doença.


Comentando a passagem do evangelho correspondente a este domingo, ressaltou o papel dos cristãos, que é “transmitir ao mundo a luz” de Deus.


“Nós, os batizados, somos discípulos missionários e estamos convocados a nos convertermos no mundo em um evangelho vivo: com uma vida santa, daremos ‘sabor’ aos diversos ambientes e os defenderemos da corrupção, como faz o sal, e levaremos a luz de Cristo com o testemunho de uma caridade genuína”, disse.


“Que bonita missão! (…) Um cristão deveria ser uma pessoa luminosa. Como vocês querem viver, como uma lâmpada acesa ou apagada?”, disse o Papa, improvisando.


“Como? Não se ouve bem daqui… Sim, como uma lâmpada acessa, esta é a vocação cristã”, acrescentou com um sorriso.


Pouco antes de deixar o balcão do Palácio Apostólico, o pontífice convidou os fiéis a ir “sempre adiante com a luz de Jesus” e terminou com sua frase já habitual “bom almoço e bom domingo”.

Jornal Midiamax