Geral

Palestinos anunciam acordo sobre cessar-fogo de longo prazo

Um acordo para um cessar-fogo foi alcançado para acabar com 50 dias de guerra entre o movimento islâmico Hamas e Israel na Faixa de Gaza, anunciou nesta terça-feira à AFP uma autoridade palestina. O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, deverá anunciar na abertura de uma reunião da liderança palestina prevista para às 16h GMT […]

Arquivo Publicado em 26/08/2014, às 15h37

None

Um acordo para um cessar-fogo foi alcançado para acabar com 50 dias de guerra entre o movimento islâmico Hamas e Israel na Faixa de Gaza, anunciou nesta terça-feira à AFP uma autoridade palestina.


O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, deverá anunciar na abertura de uma reunião da liderança palestina prevista para às 16h GMT (18h locais/13h no horário de Brasília) os detalhes do acordo que prevê “o levantamento do bloqueio à Faixa de Gaza”, criado por Israel em 2006, a principal exigência dos palestinos, indicou um alto funcionário, que pediu anonimato.


O movimento islamita palestino Hamas afirmou nesta terça-feira que os palestinos fecharam um acordo de cessar-fogo duradouro em Gaza com Israel, que chamou de “vitória para a resistência”.


Musa Abu Marzuq, número dois do Hamas no exílio, que participava nas negociações do Cairo para obter um cessar-fogo com Israel, afirmou que o acordo, que “encarna a resistência de nosso povo”, constitui uma “vitória para a resistência”.


Os confrontos entre o exército israelense e o Hamas deixaram 2.125 mortes entre os palestinos, sendo a grande maioria civis e 25% de crianças.


Do lado israelense morreram 64 soldados em combates com milícias palestinas, e dois civis – um deles menor – um beduíno e um trabalhador asiático, estes últimos atingidos por projéteis disparados de Gaza.


De acordo com números da ONU, mais de 450 mil pessoas deixaram suas casas e se tornaram deslocados internas, número que representa um quarto da população da Faixa.

Jornal Midiamax