Geral

Orquestra Camerata Violeira abre inscrições de oficinas, de graça, nesta terça-feira

A Orquestra Camerata Violeira promove nesta terça-feira (10 de junho), das 8h30 às 12h e das 13h às 15h, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na Rua 26 de Agosto, 459, a seleção para a edição 2014 do projeto que prevê a realização de oficinas gratuitas de viola caipira, violino, cello, baixo sinfônico, […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 18h54

None
59369553.jpg

A Orquestra Camerata Violeira promove nesta terça-feira (10 de junho), das 8h30 às 12h e das 13h às 15h, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, que fica na Rua 26 de Agosto, 459, a seleção para a edição 2014 do projeto que prevê a realização de oficinas gratuitas de viola caipira, violino, cello, baixo sinfônico, viola, sax e acordeom.

Os professores Marcos Assunção (viola caipira), Ernesto de Queiroz (cordas), Felipe Vieira (cordas) e Romualdo Costa (acordeom e sax) vão ministrar as aulas que tem vagas limitadas. O projeto, que conta com patrocínio do Fundo de Investimentos Culturais da Fundação de Cultura do governo do Estado, vai disponibilizar os instrumentos para as oficinas.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail [email protected] A seleção para o preenchimento das vagas acontece das 8h30 às 12h e das 13h às 15 horas no Centro Cultural José Octávio Guizzo.

O projeto também disponibilizará três vagas para alunos portadores de deficiências matriculados nas escolas públicas. Eles serão auxiliados por um profissional com formação em terapia ocupacional, favorecendo a inclusão social dos jovens através das oficinas de música.

Camerata Violeira

A Camerata Violeira é um encontro entre a raiz e o erudito, que, pelo sincretismo e qualidade das fontes, resultou em uma linguagem original, inspirada pela incomensurável riqueza das mais diversas vertentes da música brasileira.

Detentor de uma sonoridade marcante, que evoca a nossa cultura unificando fronteiras entre as variadas tendências musicais, projeta ao universal o regionalismo, na busca de novos horizontes para a música popular produzida no Brasil.

Jornal Midiamax