Geral

Olarte reduz carga horária de algumas categorias, mas não fala em contratações

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), disse que não há previsão para novas contratações apesar da redução da carga horária de algumas categorias como agente público de saúde e servidores administrativos da Educação, que passarão para 30 horas semanais. “Haverá um remanejamento. Vamos ver alguns servidores para os setores”, afirmou o prefeito ao […]

Arquivo Publicado em 03/05/2014, às 16h26

None

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), disse que não há previsão para novas contratações apesar da redução da carga horária de algumas categorias como agente público de saúde e servidores administrativos da Educação, que passarão para 30 horas semanais.


“Haverá um remanejamento. Vamos ver alguns servidores para os setores”, afirmou o prefeito ao sair da reunião com a guarda Municipal, na manhã deste sábado (3).


A nova carga horária foi anunciada durante reunião com o Sisem (Sindicato dos Servidores e Funcionários Municipais de Campo Grande), na última quarta-feira (30), mas passará a valer a partir do dia 1º de junho. “Vamos procurar evoluir, todos juntos não dá”, pontuou Olarte.

Jornal Midiamax