Geral

OAB-MS quer conscientizar mulheres de que é preciso denunciar agressor

As agressões contra as mulheres ainda são muito presentes em Mato Grosso do Sul. A violência doméstica foi o motivo de 44% das ações penais levadas a juízo em Campo Grande, conforme dados do MPE (Ministério Público Estadual), apresentados neste sábado (8) pela promotora Ana Lara Camargo, durante a mesa-redonda na OAB-MS (Ordem dos Advogados […]

Arquivo Publicado em 08/03/2014, às 15h10

None
681653681.JPG

As agressões contra as mulheres ainda são muito presentes em Mato Grosso do Sul. A violência doméstica foi o motivo de 44% das ações penais levadas a juízo em Campo Grande, conforme dados do MPE (Ministério Público Estadual), apresentados neste sábado (8) pela promotora Ana Lara Camargo, durante a mesa-redonda na OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil). Por conta de dados como esse, a presidente da Comissão de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra Mulher, Tatiana Ujacow, quer conscientizar as mulheres sobre a importância de denunciarem seus  agressores.

Tatiana explicou que é preciso haver uma mudança cultural. Com esse objetivo, a OAB-MS vai lançar a campanha “Violência contra a Mulher dá Cadeia”. A intenção é coibir a violência. “Eles têm que saber que em mulher não se bate”, diz a advogada.

A mesa-redonda “mulheres no poder X mulheres vítimas”, promovida pela Seccional, foi realizada por conta do Dia Internacional da Mulher. Uma data de reflexão. “Em nosso Estado temos assistido dados alarmantes. É um dia de reflexão. Comemoramos pela vida, mas principalmente é um dia de reflexão, de respeito à dignidade, da condição do ser humano”, avalia a advogada.

Para a presidente da Comissão de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra Mulher, para combater a agressão é necessário ter Delegacias 24 horas da Mulher, já que os índices maiores de violência acontecem no fim de semana e no período noturno, e assistência à vítima de agressões. Tatiana afirma que a agressão nem sempre é física e que as mulheres buscam a igualdade em relação aos homens.

Jornal Midiamax