Geral

No interior de MS, jovem mata idoso que não respondeu pergunta por ser surdo

O indígena assassinado na última terça-feira (25) na Aldeia Bororo, foi identificado como Gavino Vilharva, de 78 anos. Ele foi atingido com uma faca nas costas em Dourados – a 225 quilômetros de Campo Grande. O golpe que resultou na morte do idoso foi feito por Belielton Oliveira Fernandes, 23, preso em seguida por policiais. […]

Arquivo Publicado em 26/03/2014, às 11h11

None
508977992.jpg

O indígena assassinado na última terça-feira (25) na Aldeia Bororo, foi identificado como Gavino Vilharva, de 78 anos. Ele foi atingido com uma faca nas costas em Dourados – a 225 quilômetros de Campo Grande.

O golpe que resultou na morte do idoso foi feito por Belielton Oliveira Fernandes, 23, preso em seguida por policiais.

De acordo com os familiares da vítima, não sabem qual o motivo do crime, mas dizem acreditar que o fato de Vilharva sofrer com a falta de audição pode ter contribuído para o ato criminoso. O jovem teria perguntado um endereço e não obteve resposta pelo fato de o idoso não ter ouvido.

Antes de ser esfaqueado, o idoso saiu para apanhar lenha próximo do local onde foi morto. Antes de morrer ele contou quem o tinha golpeado.

O acusado foi preso em flagrante por homicídio e encaminhado para o 1º Distrito Policial e o caso será investigado.(Com informações Dourados News)

Jornal Midiamax