Geral

No dia internacional, mulheres pedem delegacia 24 horas em Campo Grande

Com o grito de “Violência não tem hora, delegacia 24 horas” as mulheres de várias entidades sociais  fizeram uma caminhada do centro de Campo Grande até a Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Dean) pedindo a instalação imediata da delegacia 24 horas em Campo Grande. Militantes do Movimento dos trabalhadores sem terra (MTS), da Central […]

Arquivo Publicado em 08/03/2014, às 14h42

None
1160090466.jpg

Com o grito de “Violência não tem hora, delegacia 24 horas” as mulheres de várias entidades sociais  fizeram uma caminhada do centro de Campo Grande até a Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Dean) pedindo a instalação imediata da delegacia 24 horas em Campo Grande.


Militantes do Movimento dos trabalhadores sem terra (MTS), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), e representantes indígenas, reivindicam que a delegacia da mulher fique aberta 24 horas e também aos finais de semana.


Outra reivindicação é que a delegacia mude de local. As manifestantes dos movimentos sociais afirmam que a localização atual da delegacia dificulta o acesso das mulheres, e impede que mais boletins de ocorrência sejam feitos.




Jornal Midiamax