Uma mulher nigeriana abandonou seu gato depois de notar que o felino estava tendo comportamentos homossexuais. A ex-proprietária do animal, chamado Bull, disse que ele estava agindo fora de seu “comportamento natural”.

A razão oficial pela qual a proprietária denunciou o gato era a “contradição das leis da natureza”. Moradores afirmaram que nenhum dos outros gatos que nasceram na casa de Bull tinham tal comportamento, e indicaram que ele era incapaz de acasalar com as fêmeas.

A mulher afirmou que “qualquer pessoa interessada no gato gay poderá tê-lo, porque não tem mais utilidade para ela.” Ela disse que Bull tinha o hábito apenas de avançar em outros animais machos, mesmo tendo várias fêmeas na casa.