Geral

Neymar sai do banco e Barça bate Villareal com gol no fim

Na primeira partida oficial de Neymar desde a Copa do Mundo, o Barcelona obteve uma vitória suada por 1 a 0 sobre o Villareal, neste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Espanhol. Recuperado da lesão no tornozelo o tirou da estreia do Barça na Liga (vitória por 3 a 0 sobre Elche), o craque brasileiro […]

Arquivo Publicado em 31/08/2014, às 19h12

None

Na primeira partida oficial de Neymar desde a Copa do Mundo, o Barcelona obteve uma vitória suada por 1 a 0 sobre o Villareal, neste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Espanhol.


Recuperado da lesão no tornozelo o tirou da estreia do Barça na Liga (vitória por 3 a 0 sobre Elche), o craque brasileiro começou no banco, entrou aos 15 minutos do segundo tempo e teve ótima atuação, dando um novo gás aos catalães.


Aos 36, Neymar iniciou a jogada do único gol da partida, marcado aos 36 anos pelo jovem espanhol Sandro Ramírez, de 19 anos, formado nas categorias de base do clube catalão. O ex-santista deu ótimo lançamento para o argentino Lionel Messi, que cruzou na medida para Sandro empurrar a bola para as redes.


O brasileiro não disputava um jogo oficial desde a vitória por 2 a 1 da seleção sobre a Colômbia, quando fraturou uma vértebra ao ser atingido por uma joelhada de Zuñiga e ficou fora da Copa. Ele se recuperou mais rápido do que o esperado e foi muito bem no Troféu Joan Gamper (vitória por 6 a 0 sobre o León, do México), mas torceu o tornozelo num treino e só teve condições de estrear no Campeonato Espanhol neste domingo.


Contra o Villareal, Neymar mostrou que tem condições de defender a seleção brasileira contra a Colômbia, no dia 5 de setembro em Miami, em amistoso que marcará o reencontro com Zuñiga, e contra o Equador, no dia 9 em Nova Jersey.


No sábado, o Atlético obteve a primeira sua vitória da temporada ao derrotar por 2 a 1 o modesto Eibar, estreante na elite, com um gol do brasileiro Miranda, convocado, assim como Neymar, para os amistosos de setembro.

Jornal Midiamax