Geral

“Não era minha hora”, diz homem que escapou de ser atropelado após carro invadir seu bar

O dono de um bar localizado na rua Agnelo Souza Castro, no Jardim Los Angeles, por pouco não foi atropelado na tarde desta quarta-feira de cinzas (5). Anésio Matos da Silva, 60 anos, estava sentado na frente do local no momento exato que o motorista de um Gol perdeu o controle do veículo e invadiu […]

Arquivo Publicado em 05/03/2014, às 18h38

None
966458595.jpg

O dono de um bar localizado na rua Agnelo Souza Castro, no Jardim Los Angeles, por pouco não foi atropelado na tarde desta quarta-feira de cinzas (5). Anésio Matos da Silva, 60 anos, estava sentado na frente do local no momento exato que o motorista de um Gol perdeu o controle do veículo e invadiu o estabelecimento. “Por Deus que escapei com vida. Não era minha hora”, afirma após o susto.

Há 20 anos trabalhando na região, Anésio Matos conta que nunca passou por nada parecido e dá graças a Deus por não ter se ferido, ou mesmo coisa pior.

Ele relata que estava sentado na frente do bar e quando foi empurrado pelo veículo. As pernas dele ficaram debaixo do carro, mas ele não chegou a se ferir.

Os prejuízos foram apenas financeiros e Anésio já calcula que cerca de R$ 2,5 mil deve arcar com os custos. “Quem bateu tem que pagar. Dois mil, dois mil e quinhentos deve pagar o conserto. Ai tem que ver também o prejuízo das mercadorias que foram avariadas”, pontua.

O caso

Luiz Carlos Martins, conduzia o veículo Gol, placa OOH-7237, que bateu no bar de Anésio, localizado na rua Agnelo Souza Castro, no Jardim Los Angeles.

De acordo com testemunhas, o motorista afirmou ter ficado tonto e perdido o controle do carro. Ele machucou o abdomem e foi levado para o Unidade de Pronto Atendimento – UPA Universitário.

Conforme a esposa, Eliane Barreto Sales, 49 anos, os dois haviam acabado de sair de casa para ir ao Banco Bradesco e estavam devagar, quando o marido perdeu o controle do veículo bateu contra um orelhão e depois no bar.

Ele relata ainda que o marido toma remédios controlados para pressão e diabete.  O carro tem apenas dois meses de uso e tem seguro.

Jornal Midiamax