Geral

“Não chamo de traição”, diz Scheila Carvalho sobre infidelidade do marido

Scheila Carvalho falou no programa “De Frente com Gabi”, do SBT, sobre o polêmico caso extraconjugal do marido Tonny Sales, que veio a público quando ela estava confinada no reality “A Fazenda”, da Record. A entrevista ir ao ar no próximo domingo (13). Na ocasião, Kamyla Simioni publicou fotos em que aparecia em clima de […]

Arquivo Publicado em 10/04/2014, às 15h26

None

Scheila Carvalho falou no programa “De Frente com Gabi”, do SBT, sobre o polêmico caso extraconjugal do marido Tonny Sales, que veio a público quando ela estava confinada no reality “A Fazenda”, da Record. A entrevista ir ao ar no próximo domingo (13). Na ocasião, Kamyla Simioni publicou fotos em que aparecia em clima de intimidade com Tony e revelou que havia mantido um caso com o cantor, que depois assumiu a traição e a definiu como um “deslize”.


“Eu não chamo de traição, chamo de fraqueza. Hoje ele é outro homem. Às vezes as coisas precisam acontecer para a pessoa ver o que realmente quer para ela”, afirmou a ex-dançarina do É o Tchan.


No bate-papo, Scheila falou da preocupação que tinha no tempo em que era dançarina da banda de axé. “Era sensualidade, mas eu sempre medi para que não se tornasse vulgaridade”, disse. Ela ainda revelou por que resolveu abandonar o grupo: “Parei de dançar (no É o Tchan) pelas viagens, o cansaço, não ter tempo para mim”. Scheila falou sobre como soube que estavam selecionando dançarinas para o É o Tchan: “Comecei trabalhando em banco. Foi meu chefe que me mostrou o anúncio de jornal que falava do teste para o ‘É o Tchan'”.


A morena também admitiu que a experiência de posar nua pela primeira vez não foi tão tranquila: “Foi trágico. Eu era muito tímida, porque mineiro é tímido”.


Mãe de Giulia, fruto do seu relacionamento com Tonny, a morena contou a influência que ela e o pai tem em relação à filha. “Ela tem 3 anos e já dança. Está entre dois ‘peixões’, então não tem como”, afirmou. “Vou morrer dançando”, acrescentou. Scheila ainda disse que superou morte de seu primogênito, Brian, em 2008. “Superamos. Só temos boas recordações do rostinho dele e hoje oro por ele”, declarou.

Jornal Midiamax