Geral

Mulheres são presas por venda de drogas e deixam crianças em casa sozinhas

Duas mulheres foram presas pela Rondas Ostensivas Táticas do Interior (Rotai) na madrugada desta sexta (7), por volta das 0h30, sob a acusação de tráfico de drogas em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande. A viatura da Rotai estava em rondas pela área central da cidade, quando foi abordada por uma pessoa […]

Arquivo Publicado em 07/03/2014, às 10h57

None
138999966.jpg

Duas mulheres foram presas pela Rondas Ostensivas Táticas do Interior (Rotai) na madrugada desta sexta (7), por volta das 0h30, sob a acusação de tráfico de drogas em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande.

A viatura da Rotai estava em rondas pela área central da cidade, quando foi abordada por uma pessoa que fez a denúncia da venda de entorpecente que estava sendo praticada por duas mulheres em uma sorveteria na Rua Paranaíba, área central.

Depois da denúncia, os policiais fizeram um rápido monitoramento e conseguiram identificar Pâmela Caroline Rodrigues da Silva, de 23 anos, e Viviane Crispim, 29, que estariam vendendo drogas no local indicado. Elas estavam frequentando o local, não tendo nenhuma ligação com o comércio.

Quando as duas perceberam a chegada da guarnição, correram para o banheiro e tentaram “desovar” o entorpecente no vaso sanitário, mas como a ação dos polícias foi rápida, elas não conseguiram jogar todo o entorpecente e algumas porções foram encontradas.

As duas foram detidas para averiguação e uma policial feminina foi acionada para realizar a revista pessoal nas acusadas e no bolso da bermuda de Viviane foi encontrada uma trouxinha de cocaína, que, inicialmente ela disse que seria para o consumo, mas logo acabou confessando que venderia a droga.

Mediante os fatos as duas receberam voz de prisão para serem levadas a Sala de Elaboração de ocorrências e posteriormente serem entregues na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) para as providências legais.

CRIANÇAS

Depois do flagrante por tráfico de drogas, Pâmela Caroline Rodrigues da Silva e Viviane Crispim confessaram aos policiais que o casal de filhos de Viviane estava sozinho em casa na Rua Josino da Cunha Viana, no bairro Vila Nova.

Os policiais então se deslocaram com a acusada até a residência indicada e constataram a veracidade do fato encontrando um menino de 11 e uma menina de 6 sozinhos. A casa não apresentava nenhuma condição de segurança, pois as chaves não trancavam as portas e as janelas estavam amarradas.

As crianças foram levadas à Depac e o Conselho Tutelar foi acionado comparecendo ao local tomando as providências sobre o caso.

Além do boletim de ocorrência sob acusação do tráfico de drogas foi lavrado também um boletim de ocorrências por abandono de incapaz.

Jornal Midiamax