Geral

Mulher mata o marido e deixa bilhete dizendo que cansou de apanhar: ‘Era ele ou eu’

Um homem de 44 anos foi encontrado morto na tarde de segunda-feira (17), no bairro Nova Lima, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, Edmilson Ramão da Silva teria sido morto com golpes de uma arma branca e a principal suspeita é a mulher dele, que deixou um bilhete confessando o crime e […]

Arquivo Publicado em 18/02/2014, às 18h00

None

Um homem de 44 anos foi encontrado morto na tarde de segunda-feira (17), no bairro Nova Lima, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, Edmilson Ramão da Silva teria sido morto com golpes de uma arma branca e a principal suspeita é a mulher dele, que deixou um bilhete confessando o crime e dizendo que agiu em legítima defesa.

Ainda conforme a Polícia Civil, a Polícia Militar foi acionada para ir até o local por uma adolescente. Ela relatou aos militares que mora com a avó no bairro Coophavila e teria recebido uma ligação da mãe, por volta das 11horas, falando para ela pegar a chave da casa com um advogado e ir para a casa do Nova Lima e acionar a PM quando chegasse lá, que havia um homem morto.

O homem foi encontrado morto no corredor da casa e havia um bilhete em um caderno. Nele a mulher dizia que havia cansado de apanhar. “Cansei de apanhar dele. Agi em legítima defesa. Era eu ou ele. Tenho um filho pequeno para criar. Sinto muito”. Uma irmã da vítima também foi ao local e informou à polícia que o irmão era usuário de maconha e de bebidas alcoólicas.

Jornal Midiamax