Geral

MPE irá ouvir Giovanna no PR para poder concluir caso de agressão no Réveillon

O Ministério Público Estadual irá (MPMS) irá concluir o caso de agressão da jovem Giovanna Nantes, 19 anos, após ouvir a jovem, que atualmente está morando em Londrina (PR). De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, a promotora Ana Lara Camargo de Castro, titular da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a […]

Arquivo Publicado em 28/02/2014, às 20h19

None
1825359193.jpg

O Ministério Público Estadual irá (MPMS) irá concluir o caso de agressão da jovem Giovanna Nantes, 19 anos, após ouvir a jovem, que atualmente está morando em Londrina (PR). De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, a promotora Ana Lara Camargo de Castro, titular da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher em Campo Grande requereu a oitiva que será feita pelo Ministério Público Estadual do Paraná. Depois do depoimento, o Ministério Público poderá denunciar o estudante Matheus Zadra Tannous, 19 anos, à Justiça.


O Ministério Público realiza a oitiva mesmo depois que a Polícia Civil conclui o inquérito e a promotora pode denunciar o jovem pelo menos crime que a polícia, lesão corporal grave com agravante de violência doméstica, ou enquadrar em outro tipo de crime. Como haverá o ferido de carnaval, a expectativa é de que em cerca 10 dias seja feita a oitiva.


Agressão – Giovanna foi agredida pelo namorado na noite da virada do ano. Ao concluir o inquérito, a policia indiciou Matheus por lesão corporal grave com agravante de violência doméstica.


Por este crime, ele poderá pegar uma pena de 1 a 5 anos de prisão, acrescida de um terço, pela violência doméstica.


O jovem teve a prisão decretada pelo Ministério Público no dia 8 de janeiro, ficou foragido, foi preso, mas conseguiu um habeas corpus e irá aguardar em liberdade até a data do julgamento.

Jornal Midiamax