Geral

MPE diz que falta de merenda em Ceinfs foi ‘caso isolado’ e arquiva investigação

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPE-MS) arquivou a denúncia de falta de alimentos em um Centro de Educação Infantil (Ceinf) de Campo Grande, segundo divulgado no Diário Oficial do órgão desta sexta-feira (21). O procedimento foi apurado pela 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da comarca de […]

Arquivo Publicado em 21/03/2014, às 11h41

None
1882372869.jpg

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (MPE-MS) arquivou a denúncia de falta de alimentos em um Centro de Educação Infantil (Ceinf) de Campo Grande, segundo divulgado no Diário Oficial do órgão desta sexta-feira (21).


O procedimento foi apurado pela 30ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da comarca de Campo Grande para averiguar a insuficiência de alimentos.


O Conselho votou pelo arquivamento após constatar que a interrupção na entrega de alguns poucos itens tratou-se de caso isolado, que teve duração de poucos dias e atualmente os estudantes são devidamente assistidos.


Merenda


A Prefeitura de Campo Grande contratou a empresa Salute – Distribuidora de Alimentos Ltda. por R$ 4,3 milhões para fornecer alimentos para os Ceinfs. O contrato foi firmado dois meses depois da criação da empresa pelo prefeito cassado Alcides Bernal sem processo licitatório no dia 21 de junho.


Depois disso, no dia 18 de outubro do ano passado, a prefeitura publicou no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande) extratos de contratação a seis empresas diferentes para fornecimento de merenda nos ao custo total de R$ 6.577.938,24 por 12 meses.

Jornal Midiamax