Geral

Motoristas reclamam de semáforo que fica ‘escondido’ antes da faixa de contenção

Um semáforo no cruzamento da Avenida Ministro João Arinos e da Rua Afonso Lino Barbosa, na região do Bairro Chácara Cachoeira, deixou alguns condutores intrigados com o local da faixa de retenção, ponto máximo onde os condutores devem parar os carros. A faixa está posicionada a frente do semáforo. Se o motorista parar no limite […]

Arquivo Publicado em 09/06/2014, às 19h06

None
2135498470.jpg

Um semáforo no cruzamento da Avenida Ministro João Arinos e da Rua Afonso Lino Barbosa, na região do Bairro Chácara Cachoeira, deixou alguns condutores intrigados com o local da faixa de retenção, ponto máximo onde os condutores devem parar os carros. A faixa está posicionada a frente do semáforo. Se o motorista parar no limite da faixa, ele não consegue enxergar o semáforo, que ficará em cima do veículo.


A reportagem do Midiamax esteve no local e constatou que poucos condutores chegam até o limite. A maioria para antes, distante vários centímetros da faixa. Alguns motoristas disseram não ter percebido a faixa muito na frente, pois  o costume em dirigir faz com que ele parem antes.


Em uma caminhonete, o condutor e o carona dizem ter certeza a faixa não está no local certo. “Está completamente errado”, diz o condutor. Outro motorista que parou no limite também afirma que a faixa está no local errado. “Está muito para frente. Se parar certinho, atrapalha, aí tem que cuidar o outro semáforo do cruzamento”.


O condutor Anderson Evangelista ainda não tinha prestado atenção no local onde está a faixa, mas questionado, disse acreditar que a faixa de retenção está muito para frente.
O motociclista Rafael Souza, também foi um dos que não percebeu que a faixa está à frente do semáforo. “A gente já tem costume de dirigir e parar no lugar certo. Mas se for olhar, acho que está errado sim”.


De acordo com o Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), no volume 5, que trata da sinalização semafórica, a visibilidade dos semáforos devem ser visíveis ao condutor de veículos motorizados sob duas condições: Quando o veículo está em movimento de aproximação de local semaforizado (visibilidade à distância) e quando o veículo está parado na linha de retenção (visibilidade a partir da linha de retenção).


Com relação à distância da linha de retenção, para um semáforo projetado sobre a via, como no caso, a mínima deve ser de 13 metros e a máxima de 30 metros.


A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) informou por meio da assessoria de imprensa que a sinalização é antiga, e como são duráveis, demora em sair definitivamente.


Pela análise da foto enviada pelo Midiamax à Agetran, a assessoria informou que a marca era uma sinalização de PARE, que deverá ser coberta com tinta preta.

Jornal Midiamax