Geral

Motociclista que invadiu casa após empinar veículo deixa a Santa Casa

Adriano Felipe da Rosa Marques, de 22 anos, condutor de uma Yamaha XT 660, que acabou invadindo uma casa no Jardim Buriti, em Campo Grande, após empinar o veículo, teve alta médica na madrugada desta quinta-feira (18). Ele deu entrada na Santa Casa, por volta das 19 horas de quarta-feira (17), depois de ser socorrido por equipes […]

Arquivo Publicado em 18/09/2014, às 13h57

None
2005093675.jpg

Adriano Felipe da Rosa Marques, de 22 anos, condutor de uma Yamaha XT 660, que acabou invadindo uma casa no Jardim Buriti, em Campo Grande, após empinar o veículo, teve alta médica na madrugada desta quinta-feira (18). Ele deu entrada na Santa Casa, por volta das 19 horas de quarta-feira (17), depois de ser socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros.


O rapaz estava fazendo manobras perigosas, quando perdeu o controle do veículo e entrou em uma casa de esquina. A moto chegou a passar por três moradores da residência, sendo um casal de idosos e uma criança de 5 anos, porém não feriu ninguém, além dos ocupantes da motocicleta.


Adriano Felipe foi atendido, avaliado, medicado e recebeu alta médica ainda na madrugada. Já o garupa do veículo, um adolescente de 15 anos, que também foi socorrido, deu entrada no hospital, porém sumiu do local.


O BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) encaminhou as testemunhas para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) para que fosse registrada a ocorrência de dano, direção perigosa, lesão corporal na direção de veículo e andar com veículo sobre uma das rodas.


Acidente


Um jovem de 22 anos perdeu o controle da motocicleta que pilotava e invadiu uma casa no Jardim Buriti, na noite desta quarta-feira (17), em Campo Grande. Ele estava com um amigo de 15 anos na garupa, e segundo testemunhas, o acidente aconteceu quando o piloto ‘empinava’ a motocicleta.


O dono da casa invadida pela motocicleta, Ariovaldo Ramos da Silva, de 54 anos, disse que estava sentado na varanda da residência e um dos portões estava aberto. Ele viu o motociclista descendo a Rua José S. Soares, fazendo manobras com o veículo e o piloto perdeu o controle. “Só deu tempo de pular”, contou Silva. No momento do acidente, uma criança de 5 anos, neta dos proprietários brincava na varanda da residência.


A motocicleta invadiu a sala da casa, quebrou o blindex da porta e por pouco, não atingiu a mulher de Silva. Maria Auxiliadora da Silva, de 51 anos, disse que estava vendo televisão e levantou-se do sofá no momento da ‘invasão’. Ela não ficou ferida, mas ficou em choque, pois o cômodo ficou coberto por sangue de uma das vítimas.


Adriano Felipe apresentava escoriações e foi encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. Ele já tem passagens criminais pela polícia. Já o amigo, teve um corte na artéria da perna, por isso a grande quantidade de sangue no local. Ele foi levado inconsciente, sem suspeita de fraturas para o mesmo hospital.

Jornal Midiamax