Geral

Moradores do Vida Nova, na Capital, pedem a instalação de quebra-molas em rua movimentada

Moradores do Bairro Vida Nova, na Rua Francisco Pereira Coutinho, na altura do número 1.911, reivindicam a instalação de quebra-molas. Segundo eles, nessa mesma rua, há um trecho que tem vários redutores, porém, em outra área, com muito movimento de carros e pedestres, há uma carência deles. De acordo com a servidora pública Lucilene Alves […]

Arquivo Publicado em 16/09/2014, às 10h25

None
1229650539.jpg

Moradores do Bairro Vida Nova, na Rua Francisco Pereira Coutinho, na altura do número 1.911, reivindicam a instalação de quebra-molas. Segundo eles, nessa mesma rua, há um trecho que tem vários redutores, porém, em outra área, com muito movimento de carros e pedestres, há uma carência deles.

De acordo com a servidora pública Lucilene Alves da Silva, uma creche vai ser inaugurada no local ainda em 2014. “Se hoje já estamos precisando, imagina quando a creche inaugurar”, destaca.

Uma outra moradora da região, Neusa Bastos, não entende o motivo pelo qual em uma mesma rua ter quebra-molas em um trecho e não ter em outro. “É preciso que instalem logo, porque já fizemos o pedido. O movimento é o mesmo nos dois trechos”, relata.

Já em um bairro vizinho, no Nova Lima, na Rua Gerônimo de Albuquerque, os moradores reclamam da falta de quebra-molas em frente de um Ceinf (Centro de Educação Infantil). Segundo os populares, só foi colocada uma faixa de pedestres no local, o que não estaria evitando as altas velocidades dos carros.

Por sua vez, a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) informou que para a Rua Francisco Pereira Coutinho já foram instalados dois quebra-molas neste mês de setembro, a pedido dos moradores, porém, nessa numeração específica não havia nenhuma solicitação anterior. Assim, conforme o diretor de trânsito, Sidinei Oshiro, será feito um levantamento no local para verificar a necessidade.

Já para a Rua Gerônimo de Albuquerque, de acordo com a Agetran, existe um projeto de travessia elevada, que ainda está em fase de licitação.



Jornal Midiamax